Tão suave se apresentará o pranto
Se vindo daquele pouco revoltado.
Pouca inspiração mostrará o canto
Se triste não lhe parecer o cantado.

Tudo significará algo bom ou ruim
Dependendo dos olhos de quem vê.
Se as coisas não se explicarem assim
Que outro argumento poderia valer?

Quem sabe o mal esteja apenas de fora
E quando toda má impressão for embora
Poderá perceber que o pior já passou.

Mas se por acaso este mal persistir
Mesmo assim não aconselho desistir
Pior seria jogar fora o que já ganhou.

Você gostou? Compartilhe:

Tags: , ,

1 Comentário on INDO ALÉM DA METADE DO CAMINHO

  1. Joseli Alcântara disse:

    Parabéns!linda poesia…um grande abraço