Crianças vendem balas
Num semáforo da avenida central.
Os coveiros cavam valas
Por não se conter todo mal.

A subespécie humana
Por suas próprias legislações
Apodrece semana após semana
Nas filas das repartições.

Até que ponto tudo irá?
Talvez um passo, dois.
A conclusão é que tudo acabará
Se a solução ficar para depois.

André Rocha
Janeiro 1995

Você gostou? Compartilhe:

Tags: , , ,