Ouço sons desagradáveis…
minha reação se iguala à inércia.
Não há como tapar os ouvidos,
pois os sons já ecoam em minha mente…
Taciturno, continuo inerte…
Não há resgate, não há modo de sair…
Por opção fiquei, por opção sofrerei.
Até o dia que souber que…
O sofrimento sou eu.

André Rocha
Inverno 2017

Você gostou? Compartilhe: