Em um sentido único e determinado,
Nós somos compelidos a caminhar.
Sob reflexo de heranças do passado
Julgamos o que aprendemos a julgar.
 
De modo que um passo não é dado,
Sem a jurisprudência então consultar.
Se é um direito do réu ficar calado,
A sua versão ninguém irá escutar.
 
Fica o cidadão então, mal governado,
Aquele que governa então acusado,
Que não parece querer se justificar.
 
Segue o povo, que já está acostumado
Ver pela justiça o quanto é insultado,
Sem saber, a quem ela então servirá.
 
André Rocha
03/12/2017
Você gostou? Compartilhe:

Tags: , , , , ,