Você tem o direito ao absurdo!
Tem o direito de querer ser feliz.
Tem o direito de se fazer surdo,
O direito de possuir o que quis.

O direito de escolher o que quer
Também até não querer escolher
De gostar de homem ou mulher
E até mesmo do óbvio não ver.

“És tudo da lei’, segue sua sina!
E a cada ode que nunca termina
À própria história e seus defeitos.

Tudo da lei, mesmo não querendo!
Sendo escolhido ou escolhendo,
Cada um com seus pétreos direitos.

 

André Rocha
06X2018

Você gostou? Compartilhe:

Tags: ,